Expedição Etiópia com Luís Nachbin

Dia 13/07/2019 – Brasil/Etiópia: Encontro do grupo no aeroporto de Guarulhos às 22:00 para embarque no vôo 507 da Ethiopian Airlines, em voo direto rumo a Adis Abeba, com saída a 01:00 da madrugada já do dia 14/07. Pernoite a bordo do moderno Boeing 787 da cia aérea.

Dia 14/07/2019 – Adis Abeba: Chegada as 19:00. Recepção no aeroporto e traslado para o hotel.

Especiarias no Addis Mercato

Dia 15/07/2019 – Adis Abeba: Vamos para às ruas de Adis Abeba. O destino: Addis Mercato – o enorme mercado de rua que é assim chamado por conta da influência italiana no país. Os etíopes têm enorme orgulho por não terem sido colonizados. Houve ocupação italiana, deixam bem claro os etíopes. Colonização, não.

Voltando ao Mercato: vende-se de quase tudo por lá –  comida, artesanato, roupas, especiarias, bugigangas.  Pechinchar faz parte do jogo. Mas não há aquela chatice de certos mercados, em que vendedores ficam atrás dos turistas. Pelo menos, havia zero disso, quando lá estive, em 2014.

Almoço: comida etíope ou comida internacional. Come-se bem em Adis Abeba.

À tarde: pensei em um breve workshop de culinária etíope com o meu amigo chef, Yasser Bagersh. Para quem quiser conhecê-lo desde já, veja abaixo o documentário que filmei, em 2014, sobre culinária etíope:

Episódio – A Poética Culinária de Yasser

Depois do workshop, vamos colocar em prática, através do paladar, o que acabamos de aprender.

Dia 16/07/2019 – Adis Abeba: Eu ainda não estive no Museu Nacional da Etiópia por falta de tempo.  Agora, quero muito ir com vocês. Dentre as várias atrações, estão o esqueleto de Lucy (o fóssil humano mais antigo já encontrado, com mais de 3 milhões de anos) e artigos pessoais da controversa figura do imperador Haile Selassie. Aqui, aproveito para recomendar o livro “O Imperador”, do escritor e jornalista polonês, Ryszard Kapuscinski, sobre Selassie.  Melhor ainda, na minha opinião, é “Minha vida na África”, do mesmo autor.

Seguindo no roteiro: Almoço

Depois do almoço, a gente vai subir um pouco mais a montanha. Adis Abeba fica 2.300 metros acima do nível do mar. E isso é ótimo. Não se sente efeito de altitude. E não faz caloraço. Temperatura amena. Lá em cima, vamos visitar o templo Entoto Maryam, da Igreja Ortodoxa, bem no topo da montanha Entoto. É um lugar muito bonito, cercado de verde, fazendas e do qual se vê a cidade de Adis Abeba. Como eu diria para os meus filhos: “Levem um casaquinho”.

Dia 17/07/2019 – Adis Abeba/Lalibela: Vamos pegar um vôo, às 13 horas, de Adis Abeba para Lalibela – que é um conjunto de onze igrejas, um mosteiro, além de vários sepulcros e outros lugares sagrados, que formam uma cidade labiríntica escavada no subsolo, nos séculos XII e XIII. Nativos e peregrinos, vestidos com longos mantos brancos, ocupam os labirintos da cidade em procissão, ao nascer do sol. A primeira parada, em geral, acontece na igreja que tem um nome forte: Casa do Salvador do Mundo.

O vôo é rápido, dura 50 minutos.  Podemos aproveitar o restante do dia para a primeira visita à Lalibela.

A Igreja de São George, uma das muitas igrejas escavadas nas colinas rochosas de Lalibela.

Dia 18/07/2019 – Lalibela: Café da manhã no hotel, e saída para visita a cidade. Almoço e seguimos com o passeio em Lalibela.

Por mim, esse dia é todo dedicado à Labibela. Eu, particularmente, não gosto de apreciar as belezas com pressa. Lalibela é Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Fica muito longe do Brasil… Então, vamos passar o dia por lá, curtindo, andando, se cansando ou descansando, fotografando.

Dia 19/07/2019 – Lalibela/Bahir Dar: A gente acorda tranquilo. Quem quiser passear, vai ter um tempinho. Lalibela também é uma cidade – pequena, tranquila. No meio/fim da manhã, seguimos para o aeroporto. Às 13 horas, decolamos rumo às Cataratas do rio Nilo Azul.  São dois vôos: primeiro para Adis Abeba; depois, para Bahir Dar. Chegaremos em Bahir Dar às 17h. E aí podemos dar uma volta a pé pela cidade ou descansar no Hotel Resort de lá, que é super gostoso.

Dia 20/07/2019 – Bahir Dar: A idéia é passar o dia inteiro nas Cataratas do Nilo Azul. Caminhar, descansar, relaxar, nos molhar, meditar, almoçar, picniquear, enfim… Voltaremos para dormir no Hotel Resort.

Cataratas do Nilo Azul

Dia 21/07/2019 – Bahir Dar/Adis Abeba: Novamente, acordar com calma. Quem quiser dar uma volta pela cidade de Bahir Dar, que tem cerca de 200 mil habitantes, beleza. Eu adoro o clima de cidade pequena/média, especialmente na África. É ótimo para experiências antropológicas – interagir, conhecer mais o outro.  Às 13:40, sai o vôo para Adis Abeba.  Em Adis, teremos ainda o meio/fim da tarde. Não planejei nada.  A gente pode buscar alguma atração cultural ou cena musical.  Tomar um negocinho em algum bar. Enfim…

Dia 22/07/2019 – Adis Abeba/Debre Berhan: A gente acorda cedo, toma café e pega a estrada para Debre Berhan. Estrada boa, asfaltada. Dá em torno de duas horas e meia de viagem. Em Debre Berhan, vamos ser recebidos pelo Henok, que é um grande amigo e diretor do Circo de Debre Berhan. Este é um circo auto-sustentável, sem animais. Uma iniciativa maravilhosa! Acolhe dezenas de crianças, adolescentes e jovens adultos. Quando lá estive, me apaixonei por vários deles. Vejam abaixo o documentário sobre o Circo:

Episódio – O Circo de Debre Berhan
Apresentação do circo pelas ruas de Debre Berhan

Quero que vocês conheçam o galpão de treino, a pequena biblioteca/laboratório, interajam com vários artistas e assistam a um espetáculo.

Dia 23/07/2019 – Adis Abeba/Debre Berhan: No caminho de volta para Adis Abeba, vamos parar em uma plantação de teff – um tipo de cereal que só se encontra naquela região. Este cereal está na base da alimentação dos etíopes (a essa altura, vocês já terão ouvido falar muito do tal do teff).

Plantação de Teff

Almoço no campo

Vamos chegar a Adis Abeba no meio da tarde. Podemos ver o que fazer: descansar, compras na rua, compras em shopping, conhecer a sede da União Africana (UA), conhecer outro museu, buscar alguma cena musical para a última noite, ou nenhuma das opções anteriores.

Dia 24/07/2019 – Adis Abeba/Brasil: Vamos acordar bem cedo, porque o vôo de volta para o Brasil sai às 9:30 da manhã. Novamente, é direto para São Paulo – chegada prevista para às 16h.

VOOS:
1. ET  507  14JUL  GRUADD   01:00   19:00
2. ET  120  17JUL  ADDLLI     13:00   14:00
3. ET  121  19JUL  LLIADD    13:10   14:10
4. ET  140  19JUL  ADDBJR     16:00   17:00
5. ET  145  21JUL  BJRADD     13:40   14:40
6. ET  526  24JUL  ADDGRU   09:30   16:00

PREÇOS PARTE AÉREA SAINDO DE SÃO PAULO:
U$1.400,00 + U$82,00 taxas de embarque por pessoa. (Esse é um valor estimado, apenas a confirmação da reserva junto à cia aérea garantirá a tarifa)

PREÇOS PARTE TERRESTRE:
U$2.970,00 por pessoa em apartamento duplo ou triplo

Pacote terrestre Inclui:

  • 10 noites de hospedagem em hotéis 4 estrelas com café da manhã.
  • Almoço e jantar durante toda a viagem.
  • Todos os serviços e traslados mencionados no programa.
  • Taxas e ingressos para as atrações.
  • Todos os passeios e visitas mencionados no programa.
  • Acompanhamento desde o Brasil pelo jornalista Luís Nachbin.
  • Seguro viagem com cobertura de U$10.000,00
  • Documentário exclusivo e personalizado, de aproximadamente 15 minutos de duração, filmado e editado por Luís Nachbin.

Pacote terrestre Exclui:

  • Visto de Entrada na Etiópia. (U$52,00)
  • Passeios extras ou não mencionados na programação.

É obrigatório para embarque na viagem, passaporte com validade de pelo menos 6 meses a partir da data de entrada na Etiópia.

É obrigatório a apresentação de certificado internacional de vacinação de febre amarela. É exigência consular que a aplicação da vacina tenha tenha, pelo menos, 14 dias de antecedência da data de embarque no Brasil.

Caso tenha interesse numa vaga, por favor preencher e enviar o formulário abaixo o mais rapidamente possível.

Galeria de fotos

Anúncios